domingo, março 14, 2010

Fotos inéditas

(by Clau)

Caros todos,


Após 40 anos as fotos mostrando John Lennon escrevendo "Give Peace a Chance" durante seu famoso bed-in com Yoko Ono em Montreal, em 1969 foram desenterradas. As imagens mostram Lennon acariciando uma guitarra e Yoko Ono papeando com Gail Reynard, de 16 anos de idade, que tinha escalado a escada de incêndio e pediu para ficar e assistir o que estava rolando e o casal tinha concordado.
Quando o fotógrafo Gerry Deiter da revista Life tirou as fotos, Lennon foi considerado uma figura importante na cultura popular. Como o líder da banda de rock mais popular de todos os tempos, a sua opinião sobre a política e a espiritualidade foram, bem ou mal, levadas muito a sério.
A letra manuscrita da canção de Lennon foi dada a Gail como um presente. E em 2008, ela vendeu a nota manuscrita por U$ 600.000. A canção, "Give Peace A Chance, se tornou o hino do movimento anti-guerra e foi cantado por meio milhão de manifestantes em Washington DC, Vietnã no dia 15 de outubro de 1969.
Hoje, seguramente, Gail teria sido pega pelos seguranças, e certamente, Lennon seria um dos finalistas do American Idol e ele não teria pensado na paz no mundo.

2 comentários:

Clarice disse...

Cada vez que eu vejo uma foto (inédita ou não) do John com aquela criatura odiosa da Yoko...eu fico pasma...é muita baixaria expor suas intimidades de forma tão vulgar e achar que é máximo. Penso que a morte precoce do John foi a única maneira de Deus livrar o menino das garras daquele demônio...e tomara que ela viva mais 200 anos que é para não correr o risco dela se encontra com ele do outro lado (se é que existe)

Danielle Starkey disse...

Eu também odeio a Yoko Ono, mas acho legais as fotos deles juntos, como casal. O amor que ele tinha por ela era tão profundo que chega a dar inveja!
Não acho que seja vulgar a forma que eles mostravam ao mundo a maneira como se amavam. É estranha, muuuuuito estranha, mas depois que vi o clipe "Love", do John, não tem como não se encantar.

Postar um comentário