terça-feira, outubro 27, 2009

Paul e Dot Rhone

(por Danielle Starkey)

Algumas Beatlemaníacas da nova geração andaram me perguntando quem foi Dot Rhone. Poucas pessoas sabem dessa história, já que foi bem no início dos Beatles. Para esclarecimento de algumas dúvidas e enriquecimento do mundo Beatle de cada um, aqui vai um resumo!

Dot Rhone foi a namorada do Paul no início dos anos 60. O romance teve fim depois de dois anos e meio, logo depois que Dot perdeu um filho de Paul aos três meses de gestação. Já estava tudo certo para o casamento, ela até ia se mudar para a casa dos McCartneys, mas os sentimentos foram esfriando cada vez mais.
Muitos a chamam de sortuda, afinal, qual Beatlegirl não foi?
Mas um relato da própria Dot mostra que, talvez, Paul não fosse o namorado que toda garota sonha.
Vejam abaixo um trecho da Biografia Oficial dos Beatles (Bob Spitz):

(Clique para ampliar)

E aí, o que vocês acham dessa atitude do Paul?

7 comentários:

disse...

Nossa, eu compraria uma peruca na hora! hahaha

Clau disse...

Qual atitude?

1) dizer como Dot devia se vestir?
(qual namorado não o faz?)

2) dar dinheiro para ir ao salão?
(hum...nem todo namorado o faz)

3) xingar por cortar o cabelo no lugar errado?
(rsss...tem mais é que xingar a lesada)

Paula Silva disse...

Concordo com a Clau hehehe...mas se isso realmente aconteceu, devia ser chato ter um cara dizendo toda hora que você está mal vestida, cabelo feio, gorda, etc rsrs. Nós, brasileiras, pelo menos não morremos de amores por tipos como este.

Danielle Starkey disse...

Eu me referi a toda essa coisa de ser autoritário, mas principalmente ao fato de que ele detestou o corte e foi tão rude com ela.
Eu me sentiria péssima, mas..... Paul é Paul, né... hahaha!

Clau disse...

rsss....se ele detestou é pq. não estava legal. Devia estar o ó...
Olhando melhor as fotos da Dot a cara dela não ajudava muito...e ainda erra o corte!? Tenha dó, né Dot? Se esconda em casa até o cabelo crescer (Sir Paul...pê da vida...kkkkkkk)

Anônimo disse...

Que dificuldade para compreender a atitude! Para bom entendedor, meia palvras, neste caso, meia pergunta basta, rs,rs.
Também me sentiria péssima pela atitude dele, mas sendo o Paul.. hum.... rs,rs.

Luiza disse...

Nesse trecho também não tem tudo. Eu tenho o livro e nele diz que o Paul idolatrava o John e queria ser totalmente igual a ele, em tudo. John tratava a Cynthia desse jeito, então, Paul passou a tratar a Dorothy assim tb.
"Certa vez, na casa de um amigo, Dot contou que ainda não tinha conseguido se sentar naquele dia, e Paul começou a massagear seus pés, acariciando-os como se fossem animais queridos de estimação" - isso prova que ele a tratava bem, antes de querer ser como o John.

Também não achei nada legal da parte do Paul e do John isso: "Muitas noites, no Jacaranda, ficava quieta[Dot] e sorria tensa enquanto Paul e John conversavam sobre música. Se Paul lhe dirigia um olhar duro, ela congelava como um coelho assustado. 'Nós não podíamos abrir a boca', relata Dot, ao falar sobre a sua presença e a de Cynthia naquelas reuniões noturnas. 'Eles falavam a noite toda e nós apenas escutávamos'".

Postar um comentário